Colunas

Publicidade

JPG DS Futebol - 160x600

Publicidade

No Limite

quinta-feira, 17 de abril de 2014

Antes de qualquer coisa a ser dita, temos que parabenizar o Sr. Mauro Carmélio e todos os envolvidos na mudança de data das finais do Campeonato Cearense. O que se viu no Castelão foi um grande sucesso de público. Um Clássico-rei às 22h, televisionado. Parabéns aos envolvidos!

Agora vamos falar sobre a PELEJA. Podemos dizer que os 18 mil guerreiros que foram ao Castelo viram uma superioridade do Ceará. O Fortaleza sentiu falta de MP10. Ficou claro que Edinho não rende na posição em que foi utilizado no início do jogo. Walfrido esteve mal e comprometeu tanto na defesa quanto no ataque.
Fica claro que o Fortaleza vem jogando no limite. O elenco pesa, e as peças de reposição do rival são bem superiores. Sem Marcelinho e Waldison ficou dificil, faltou criação e conclusão. Robert não teve NENHUMA chance de gol no jogo. E para piorar a situação, Tiago Cametá recebeu o terceiro cartão amarelo e está fora da grande Final.
O grande temor da torcida - o goleiro Ricardo, foi bem. Não complicou, e foi seguro. Mas não é o goleiro ideal.
Podemos dizer que Radar foi o melhor em campo pelo Tricolor. O lateral apoiou bem, e na marcação não comprometeu. Outro que se houve bem foi o MONSTRO Corrêa.
Danilo Rios, que substituiu Waldison, entrou mal. Mas no segundo tempo chamou mais a responsabilidade, e fez boas jogadas. Paulinho pouco tocou na bola.
Mais uma vez temos de enaltecer a torcida do Leão. Foi melhor em quantidade e qualidade. Apoiou o time do início ao fim do jogo. E acima de tudo sabe das limitações da sua equipe.
O árbitro da partida demonstrou que a arbitragem cearense não merece apitar final de campeonato. Avelar Rodrigo mostrou cartão amarelo para Vicente. Que pouco depois puxa a camisa de Guto matando contra-ataque. Mas aí o apitador não teve coragem de expulsar o lateral do Ceará. Assim como não teve coragem de expulsar João Marcos no clássico válido pela segunda fase.
O árbitro ainda marcou um pênalti pra lá de duvidoso para o Ceará. Magno Alves deu esperança à nação tricolor, chutando a criança para longe do gol de Ricardo.

Na próxima quarta-feira, o Leão precisará vencer para conquistar o título. E o primeiro jogo da decisão deixou claro que se o Leão quiser ser Campeão terá que se superar, e contar com seus jogadores em grande noite. Vai ser difícil, mas é possível!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Encontre-nos no...

Publicidade

Parceiros

Image and video hosting by TinyPic

Seguidores

Publicidade

marc_2013/eletronicos/160x600.gif
 









Display Pagerank Licença Creative Commons

HTML5 Powered with CSS3 / Styling Central Blogs